12/11/14 (quarta)

MESA 4 – Desconstruindo discursos – historiografia e moda

10 às 11h: Luís Alberto Rocha Melo (UFJF) – “O discurso historiográfico em Mulheres de cinema (1976), de Ana Maria Magalhães”

Resumo: Análise do discurso historiográfico do média-metragem Mulheres de Cinema, realizado em 1976, no qual a atriz e cineasta Ana Maria Magalhães aborda a participação da mulher na cinematografia brasileira.

11:15h às 12:15hh: Maria Claudia Bonadio (UFJF) – “Moda, consumo e identidade na filmografia de Sofia Coppola”

Resumo: Na filmografia da cineasta Sofia Coppola, o deslocamento de diversos de seus personagens em relação ao mundo que os rodeia é um tema frequentemente explorado. Veremos como em alguns de seus filmes o consumo e a moda se tornam ferramentas de poder e construção identitária feminina nestes ambientes de deslocamento.

 MESA 5 – Revisão da teoria feminista e História

 15 às 16h: Ramayana Lira (UNISUL) – “(Re)visões contemporâneas da teoria feminista do cinema”

Resumo: O desafio proposto pelas teorias feministas é entender a (des)construção da hierarquia de gêneros, das sexualidades normativas e das subjetividades engendradas pelo cinema. Assim, propomos uma (re)visão das teorias feministas do cinema, buscando novos termos para entender as questões de gênero e sexualidade no cinema.

16:15h às 17:15h: Ana Maria Veiga (UFSC) – “Os homens que eu tive: reflexões sobre ‘cinema de mulheres’, censura e temporalidade

Resumo: Além da modalidade política, a censura moral foi amplamente praticada no Brasil, principalmente com relação às mulheres, visando reprimir qualquer desvio dos padrões sociais vigentes durante o regime militar. A proposta da comunicação é refletir sobre a interdição do filme Os homens que eu tive, de Tereza Trautman, e seu efeito, sete anos depois, quando por fim foi liberado para exibição.

17:30h: exibição do filme Os homens que eu tive (1973; 77’), de Tereza Trautman

19h: debate com a diretora Tereza Trautman

 

 

rodapé 3

Anúncios