O Colóquio

Destacado

O PPG em Artes, Cultura e Linguagens, da Universidade Federal de Juiz de Fora, através do grupo de pesquisa Documentário e Fronteiras, realizará o I Colóquio Brasileiro Cinema de Autoria Feminina, entre 10 e 12 de novembro de 2014.

(Os vídeos das palestras estão disponíveis desde julho/2015 em: https://www.youtube.com/playlist?list=PLpZCxmxADVxnoFcja8LoswH4mRQvuO-HW)

Local: Auditório do Instituto de Artes e Design (IAD), da UFJF.
Vagas limitadas e direito a certificado!

O colóquio, que terá inscrições abertas e gratuitas ao público de toda comunidade científica – professores, alunos de pós-graduação e de graduação-, reunirá pesquisadores convidados que apresentarão seus trabalhos em cinco mesas distribuídas ao longo dos três dias. O interessado em participar deverá fazer sua inscrição.

Motivação: Cineastas brasileiras que iniciaram de maneira marcante suas carreiras ainda nos anos 1960 e 1970 são vistas com pouca atenção pela historiografia do cinema. As obras de dezenas de mulheres diretoras no Brasil que tiveram filmes estética e tematicamente contundentes num período chave da história sócio-político-cultural, e em especial cinematográfica do país, demonstram sintonia com a agenda feminista em pauta naquele momento, que questionava o modelo social dominante na sociedade. Assim, a proposta deste colóquio foi, inicialmente, motivada pela lacuna deixada pelos estudos de cinema no Brasil em relação às obras cinematográficas dessas cineastas que caíram no limbo da indiferença ou que tiveram pouca reverberação diante da potência de seus filmes.

Entretanto, o colóquio não se restringe ao cinema brasileiro. Nele, pretendemos reunir o pensamento contemporâneo do cinema sobre as questões relacionadas ao cinema feito por mulheres, através de pesquisadores de distintas universidades. São temas variados e giram em torno de teoria feminista, estudos de gênero, política, historiografia, moda e estética.

Dentre as atrações especiais do colóquio, destaca-se a exibição do raro filme Os homens que eu tive (1973, 77′), com a presença da diretora Tereza Trautman.

Veja a programação completa e inscreva-se.

 

 

 

rodapé 3